ARTIGOS

TODO MUNDO QUER SER REI

POR MARCELO CAMPOS

Deve ser insuportável para alguns políticos não terem nenhum poder sobre pessoas e acontecimentos. Quem chega a esse ponto se sente impotente e , consequentemente, infeliz. Só que o poder pretendido por alguns políticos e ministros do STF me parece que foge de qualquer critério de razoabilidade. Não resolvem os problemas que deveriam resolver e não deixam o Executivo trabalhar. A preocupação com um eventual sucesso do atual Presidente, que pode levá-lo a reeleição, perturba tanto que todos, oposição, ex aliados, e alguns segmentos que se sentiram prejudicados com uma certa moralidade administrativa implementada no setor público pelo governo, preferem ver o Brasil quebrar , em vez de ajudarem o Brasil a vencer a pandemia e se reerguer mais forte depois dela. Esses atores querem parecer justos e decentes, mas já não conseguem ser sutis, como antigamente, porque o desespero é grande. Todos se sentiram ameaçados por um presidente que escolheu bons assessores e ministros, com algumas exceções, é claro, e que tem um grande apoio popular, porque apesar de falar demais, fala o que o povo quer ouvir. Há muito tempo, na velha corte aristocrática., tudo girava em torno de um Rei, de uma rainha ou de um imperador. Os puxa-sacos tomavam cuidado porque se bajulassem escancaradamente o líder, caíam na desgraça dos seus iguais. As tentativas de agradar quem estava no poder tinham que ser sutis.
Mas no Brasil todo mundo quer ser Rei. O chefe do executivo, eleito pelo povo faz um papel semelhante ao do Rei, considerando as particularidades do nosso sistema político, é claro.. Só que os chefes dos outros poderes também querem ser Reis e fazem de tudo para não deixar o Presidente administrar o País e sobretudo colher eventuais louros de seu trabalho. A sutileza já foi para o espaço há muito tempo. A gente está vendo isso.Triste é ver que esse reino, em breve, poderá ficar inviável por falta de súditos , todos quebrados, e pelo visto com um monte rei calcados.