O PIB do Brasil deve crescer em torno de 4,9% neste ano após a recessão observada em 2020 como resultado da pandemia da Covid-19, projetou a agência de classificação de risco Moody’s