Cepa britânica da Covid pode ser até 100% mais letal, diz estudo