MILHARES DE CIENTISTAS DENUNCIAM FRAUDE DA PANDEMIA DE COVID 19 E RISCOS DO ISOLAMENTO

Desde meados de julho de 2020, um grupo independente de cientistas alemães vêm colhendo depoimentos de médicos de todo o mundo para responder aos questionamentos sobre o novo coronavirus. O resultado foi exposto pelo comitê German Corona Investigation, que chegou à conclusão de que a crise do coronavírus, iniciada a partir de fevereiro de 2020, foi uma imensa fraude científica que, no entanto, alterou os hábitos, a política e a economia do mundo inteiro. Eles acusam as autoridades médicas internacionais, como o presidente da OMS Tedros Adhanon, e nacionais (da Alemanha) por crimes contra a humanidade e exigem altas punições.
Enquanto isso, no Reino Unido, uma outra iniciativa reuniu milhares de cientistas e profissionais de saúde para expressar “sérias preocupações” com os efeitos de políticas restritivas, como o lockdown, colocadas em prática por conta da covid-19. O resultado foi a Declaração de Great Barrington, assinada por mais de seis mil médicos e profissionais de saúde de todo o mundo. A carta inclui nomes importantes como Phil Hammond, Rosemary Leonard e outros com passagem pela Associação Médica Britânica, informo o site estudos nacionais.com.